Viagem com filhos: saiba como transportar bebês e crianças do jeito certo

por | jan 17, 2018 | Férias | 0 Comentários

Viagem com os filhos: como transportar bebês e crianças corretamente.

Transportar bebês e crianças com segurança é fundamental, mas você sabe como fazer isso corretamente? A viagem com filhos pede atenção às normas. Fique atento!

Em viagens com filhos a segurança dos passageiros mirins é uma grande preocupação dos pais. É aí que entra a importância das cadeiras de segurança e outras normas de transporte.

Elas visam garantir o máximo de bem-estar, conforto e proteção para bebês e crianças durante qualquer trajeto.

O problema é que muitos destes acessórios e práticas no transporte destes pequenos passageiros são executadas da forma errada.

Para alertar pais e responsáveis, trouxemos neste post algumas dicas que ajudarão a esclarecer muitas dúvidas e tornar a viagem com filhos mais segura. Vamos lá?

O que diz a legislação sobre o transporte de bebês e crianças?

Tornar os percursos mais seguros e garantir a proteção dos bebês e crianças é uma grande questão. Principalmente quando o assunto é a adequação dos acessórios de segurança nos carros.

Eles se tornam essenciais porque o cinto de segurança é um equipamento projetado para adultos, com no mínimo 1,45m de altura. Por isso ele não é capaz de proteger os pequenos dos traumas de um acidente.

Desrespeitar essas normas é considerado infração gravíssima, gera multas e soma pontos na carteira de habilitação.

Tipos de equipamentos de segurança mais adequados na viagem com filhos

Para se adequar às normas de segurança no transporte de bebês e crianças é importante, além de fazer uso do equipamento adequado, conferir se estes artigos são certificados e apropriados ao tamanho e peso da criança. É fundamental também que o equipamento se adapte adequadamente ao veículo e seja instalado corretamente. Veja como usá-los da forma correta na viagem com filhos:

Bebê conforto

O equipamento deve ser usado desde o nascimento até a criança completar um ano de idade (desde que não ultrapassem 9kg). Deve ser colocado no banco traseiro e virado de costas para o motorista. As tiras devem ficar ajustadas ao corpo da criança com uma leve folga.

Cadeira de segurança

Recomendado para crianças de 1 a 4 anos com até 18kg. O equipamento, assim como o bebê conforto, deve ser preso pelo cinto de segurança de três pontos no banco traseiro, porém neste caso no sentido do motorista (ou seja, de frente para o painel do carro). As tiras do equipamento também devem ficar ajustadas ao corpo da criança com uma leve folga.

Assento de elevação ou “booster”

Recomendado para crianças de 4 a 7 anos com mais de 18kg e menos de 36kg. Também deve ser usado no banco de trás e preso ao cinto de segurança de três pontos. Neste caso as tiras do cinto de segurança passam pelo quadril e peitoral da criança.

Cinto de segurança de três pontos

Recomendado para crianças acima de 7 anos e meio, com mais de 36kg e com no mínimo 1,45m de altura. Lembrando que, para passar a usar somente o cinto de três pontos a criança deve conseguir apoiar as costas por inteiro no banco. É importante também reforçar neste caso que a criança até completar 10 anos deve ser transportada no banco de trás e com o cinto de segurança de três pontos afivelado, passando pelo ombro, peito e quadris.

É importante que o pai ou responsável verifique também o manual de cada fabricante para fazer a instalação de cada equipamento da forma correta. É preciso também levar em conta a roupa que a criança está usando e ajustar a tira em cada caso, certificando que ela não fique frouxa nem apertada demais.

Para além dos artigos de segurança, outros detalhes também são essenciais

É importante frisar que as medidas de segurança aqui listadas servem para orientar a viagem com filhos independente do tipo e tempo de trajeto. Nem que isso inclua apenas um passeio até a esquina em uma rua tranquila.

Isso vale tanto para o uso dos equipamentos da forma correta, como também para outros detalhes que envolvem a segurança dos pequenos dentro do carro.

Entre as ações complementares que se fazem necessárias indicamos que você, ao transportar uma criança, nunca trafegue com as janelas abertas e conserve as portas travadas. Tanto para evitar a abertura externa por pessoas mal intencionadas ou a abertura interna acidental por parte de uma criança.

Para finalizar, jamais ceda a pressão das crianças se elas pedirem para andar de carro sem os equipamentos de segurança. Seja um exemplo a ser seguido. Respeite a legislação, seja cordial e contribua para um futuro melhor.

Agora que você já sabe a importância de usar os equipamentos adequados e seguir as normas de segurança para transportar bebês e crianças, é hora de aplicar estas dicas na sua viagem com filhos. Se tiver alguma dúvida ou sugestão é só deixar nos comentários!

0 comentários

Trackbacks/Pingbacks

  1. Volta às aulas: dicas úteis para a empresa de transporte escolar - ICETRAN - Instituto de Certificação e Estudos de Trânsito e Transporte - […] apesar da segurança dos filhos ser o principal critério de avaliação de pais e responsáveis na contratação destes serviços,…

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *