Velocidade segura para dirigir: entenda o seu papel

por | maio 15, 2019 | Direção Defensiva | 0 Comentários

Velocidade segura para dirigir

Não podemos andar acima da velocidade máxima permitida, nem muito abaixo da velocidade mínima. Equilíbrio e bom senso são grandes questões quando o assunto é segurança.

Você já deve ter ouvido falar sobre velocidade segura para dirigir, mas sabe dizer quais os limites que você deve obedecer e qual a sua responsabilidade para que um acidente possa ser evitado?

Dirigir de forma segura, ao contrário do que muitos podem pensar, não está apenas em obedecer aos limites de velocidade permitidos na via. Existem outros fatores que você precisa considerar para que você possa agir prontamente e evitar acidentes.

Entendendo os limites de velocidade

Os limites de velocidade são definidos de acordo com as características físicas da via (geometria, tipo e condição de pavimento, e outros).

A partir daí, as velocidades são adequadas a dados particulares da via, como condições naturais, fluxo e característica de trânsito que por ela circulam.

Sim, porque todo esse conjunto interfere na segurança. Quer um exemplo?

Imagine um carro, andando a 70 km por hora em pista seca e dentro dos limites de velocidade. Ao perceber um obstáculo à sua frente, ele vai frear, mas ainda vai estar a 63 km por hora ao atingir 45 metros de distância desde que percebeu o obstáculo. A essa velocidade, a vida de um pedestre poderia ser tirada sabia? Coisa que não aconteceria se ele estivesse a 45 km por hora.

Se a situação já é trágica, dentro dos limites permitidos e condição favorável, imagine em situações adversas? Cansado, com sono, com o veículo sem as devidas manutenções, etc. tudo poderia ser ainda pior.

Menos pressa e mais segurança

Como você pode ver, nem sempre a velocidade permitida na via é a mais segura.

Para uma direção segura a orientação é que o motorista conduza o veículo dentro dos limites de velocidade e que ela seja compatível com os outros elementos do trânsito.

Ao infringir essa regra, você reduz o tempo disponível para reagir de forma eficiente em caso de perigo. E as consequências dessa escolha podem ser fatais.

Agora, é fato que desacelerando você conquista inúmeros benefícios.

Ao dirigir em uma velocidade mais baixa (dentro dos limites estabelecidos), se torna possível frear com mais segurança, tem um melhor campo de visão e pode minimizar os impactos em caso de acidentes.

Porém, precisamos alertar também para os perigos de andar muito abaixo da velocidade mínima permitida. O risco de provocar um acidente também existe e por isso ela é considerada uma infração.

Para além da velocidade, respeite outros limites

Todos os fatores que possam impactar no desempenho do motorista ao volante devem ser considerados no trânsito.

Nessa dinâmica, são várias as condições adversas que o condutor está exposto e que pedem a atenção dele ao dirigir.

Fatores como a falta ou o excesso de iluminação do local, a chuva, o estado do veículo, o movimento do trânsito e muitos outros representam grandes perigos no trânsito. Além desses, o estado emocional do condutor também tem influência direta na forma e na velocidade que ele conduz seu veículo.

Portanto, ao enfrentar condições adversas na via, redobre a atenção e reduza a velocidade, mantendo-se, se possível, abaixo das máximas permitidas. Afinal, cuidado nunca é demais!

Se você tem interesse de se aprofundar nessas questões, te convidamos a visitar o canal #Icetranemfoco e aprender um pouco mais, assistindo aos vídeos que tratam das condições adversas de Luz e Tempo, da Via, de Trânsito, do Veículo e do Condutor.

Para concluir

Em resumo, podemos afirmar que a velocidade segura para dirigir é um fator importante e decisivo para que acidentes possam ser evitados. Ela deve ser respeitada e levada a sério, considerando não apenas os limites impostos, mas o bem estar coletivo. É dessa forma que conviver em segurança torna-se possível.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *