Como manter o veículo limpo de vírus e bactérias?

por | abr 15, 2020 | Saúde | 0 Comentários

veículo limpo

Uma das coisas que mais tem gerado dúvida entre taxistas, motoristas de aplicativo e caminhoneiros é: como manter o veículo limpo, mesmo tendo que sair com ele todos os dias? Nós temos uma resposta. E é isso que queremos compartilhar 

Com a pandemia de coronavírus que se espalhou mundo afora, a preocupação do motorista em manter seu veículo limpo cresceu consideravelmente.

Taxistas, motoristas de aplicativo e caminhoneiros estão se esforçando no sentido de deixar seus veículos cada vez mais higienizados. Mas será que estão fazendo a coisa certa?

A preocupação em “manter tudo limpo” é ainda maior entre aqueles que usam o mesmo automóvel para trabalhar e, aos fins de semana, sair com a família.

Mas como fazer a higienização correta

De quanto em quanto tempo preciso limpar tudo?

E quais os melhores produtos a utilizar? 

Vamos descobrir!

Podemos eliminar 100% das impurezas?

Em tempos normais, quando o assunto é limpeza, normalmente, temos o máximo de zelo para deixar nosso carro o mais limpo possível. De preferência, impecável!

No cenário atual, essa preocupação ganha ingredientes adicionais.

Não basta apenas deixar o carro limpo. Queremos ter certeza de que eliminamos 100% dos vírus e bactérias.

Mas não podemos “vender ilusões”. Eliminar totalmente vírus e bactérias de uma superfície só é possível em ambientes controlados, como em laboratórios fechados, etc.

Na rua, na vida aqui fora, isso é inviável.

Mas podemos diminuir, drasticamente, a quantidade de impurezas de nossos veículos.

Transmissão em superfícies

Muitas pessoas têm dúvidas se doenças como o coronavírus podem ser transmitidas por meio do toque em determinada superfície.

A resposta é: sim, é possível.

Mas, atenção: nem todos os vírus se comportam desta maneira. 

Alguns morrem quando saem da pessoa infectada e caem sobre alguma superfície. Outros não resistem, sequer, ao contato com o ar.

Mas no caso do coronavírus, há locais em que ele consegue permanecer “vivo” por horas, sempre pronto a infectar alguém.

Daí a importância de manter uma rotina de higienização constante do veículo, sobretudo para profissionais como taxistas, motoristas de aplicativo, caminhoneiros, etc.

Produtos de limpeza

Algumas pessoas acreditam que só o álcool em gel (concentração entre 60% e 80%) é eficaz para eliminar o coronavírus. Mas isso não é verdade.

No caso do carro, nem é tão recomendável utilizar produtos de limpeza doméstica, pois em contato com a lataria, ou mesmo com os vidros, podem causar diversos danos.

Na parte externa, a sua primeira opção deve ser os shampoos específicos para carro. Caso não possa comprar um, a saída é utilizar água e sabão neutro. 

Na parte interna, tente alguma solução que seja específica para o mercado automotivo. Há uma infinidade de possibilidades à venda até em supermercados.

O painel, a alavanca de câmbio, o volante, bem como as demais superfícies plásticas, todas podem ser limpas álcool isopropílico, sem riscos de danificar o material.

Água sanitária ou desinfetantes com cloro não devem ser utilizados, pois, mancham tecidos, couros e até alguns plásticos.

Check-list obrigatório

Agora que você já sabe o que pode e o que não pode ser usado como produto de limpeza, veja a lista de itens que devem ser higienizados com bastante atenção:

  • Volante;
  • Alavanca de câmbio;
  • Maçanetas internas (do motorista e dos passageiros);
  • Demais superfícies tocadas frequentemente pelos usuários.

E não esqueça de esvaziar as lixeiras do carro.

Frequência da limpeza

A frequência pode variar de caso a caso.

Volante e alavanca de câmbio, assim como as partes plásticas, que são mais tocadas, devem ser limpas diariamente. 

A lixeira também precisa ser esvaziada constantemente – não espere ela ficar cheia.

Mas a cabine de um caminhão, por exemplo, utilizada apenas pelo caminhoneiro, pode tranquilamente ser higienizada uma vez por semana, desde que o motorista lave as mãos com regularidade e siga as orientações de higiene do Ministério da Saúde

Limpando bancos e sistema de ar-condicionado

Para uma limpeza mais profunda, que inclui bancos e sistema de ar-condicionado, alguns têm optado pela oxi sanitização – que nada mais é do que a aplicação de uma carga de ozônio no interior do veículo. 

O ozônio é um dos mais poderosos desinfectantes que se tem conhecimento. E, o que é melhor: não deixa qualquer resíduo no veículo. Além de matar vírus e bactérias da cabine, a i ainda remove maus cheiros.

Mas se você não puder fazer esse processo, uma alternativa, para os bancos, é fazer a higienização com algum produto, da sua preferência, que não deteriora o tecido ou o couro. Limpadores a vapor podem ser utilizados. 

No caso do ar-condicionado, as alternativas são duas: ou trocar o filtro do ar com maior frequência, ou higienizá-lo em uma oficina da sua confiança. Vale a pena pesquisar qual das três alternativas, contando com a oxi sanitização, sairá mais em conta.

Cuidados diários

Agora que falamos sobre os cuidados de higienização com nossos veículos, vale a pena reforçar cuidados pessoais diários que devemos tomar.

  1. Mantenha uma rotina equilibrada: coma regularmente, beba muito líquido, abuse das frutas, legumes, verduras. Lave sempre as mãos.
  2. Procure ter uma boa noite de sono. Tente se “desconectar do mundo” uma hora antes de ir para cama. Isso ajuda o corpo a relaxar mais facilmente.
  3. Tente se manter informado em fontes confiáveis: site do Ministério da Saúde, meios de comunicação tradicionais.
  4. Mas não exagere na dose: uma ou duas horas de notícias por dia já é o suficiente para se atualizar.
  5. Procure fazer, pelo menos uma vez ao dia, alguma atividade que te agrade: jogos, uma boa leitura, yoga, exercícios físicos, oração, meditação. 

Essas cinco dicas, por incrível que possa parecer, vão te ajudar não apenas a manter uma boa saúde mental, mas também influenciará positivamente o seu sistema imunológico.