Mais educação no trânsito: faça a sua parte para um convívio melhor

por | abr 6, 2016 | Educação para o trânsito | 0 Comentários

educação no trânsitoIr e voltar do trabalho, buscar as crianças no colégio, passar no supermercado para comprar algum produto que faltou para o jantar: com tantas tarefas fora de casa, o trânsito acaba consumindo um bom tempo do dia. Para que este seja um momento menos estressante, é essencial que pedestres e motoristas cumpram sua parte para um bom convívio. Mais do que saber as regras de trânsito previstas em lei, é importante que cada um saiba seu papel como cidadão, respeitando o próximo e promovendo mais educação no trânsito.

Regras simples que garantem mais educação no trânsito e o bom convívio

Paciência e respeito sempre

Para começar, lembre dessa dica simples e eficaz: se estiver estressado, não saia de casa com o carro. Assim, você evita se envolver em brigas desnecessárias com outros motoristas. O bom convívio pode trazer mais educação no trânsito e depende muito da paciência dos condutores e do respeito mútuo. Procure não xingar outros motoristas, seja gentil e permita que outros carros ultrapassem e procure agradecer as gentilezas de outros condutores.

Não usar o celular enquanto estiver dirigindo

Falar ao telefone e mandar mensagens de texto são duas atitudes que contribuem para diminuir a atenção do condutor e são passíveis de multa. Para ser mais exato, um estudo da Universidade Carnegie Mellon, da Pensilvânia (Estados Unidos), revelou que usar o celular na direção pode diminuir em até 37% a concentração do condutor. Por isso, usar um smartphone ou outros eletrônicos aumentam as chances de acidentes de forma considerável. Preserve sua vida, dos passageiros e dos outros motoristas: guarde seu aparelho ou deixe o seu celular no mudo, enquanto estiver dirigindo. Pequenos gestos contribuem para termos mais educação no trânsito.

Atenção nas áreas escolares

Também faz parte da educação no trânsito exercer sua cidadania em áreas especiais, como locais onde localizam-se hospitais e escolas. Evite o uso da buzina, ou passe com o som alto perto de hospitais. Já nas áreas escolares é importante respeitar as sinalizações: Reduza a velocidade e esteja atento à movimentação de crianças.

Faixa de segurança

Ter mais educação no trânsito também inclui ser gentil com os pedestres. Esteja atento às pessoas atravessando a rua e respeite a faixa de pedestres. Sinalize com o alerta ligado quando estiver reduzindo sua velocidade próximo à área de travessia de pedestres, não pare em cima da faixa e deixe que as pessoas atravessem. Esse é mais um exemplo de atitude cotidiana que deve ser adotada no trânsito para promover a boa convivência.

Cuidados com os veículos menores

Para manter o trânsito seguro é importante lembrar mais uma regra: os grandes devem ter cuidado com os pequenos. Na prática, isso significa que motoristas de caminhão devem ter cuidado com os carros e os condutores de carros devem estar atentos no compartilhamento das vias com os motociclistas. Esteja sempre alerta quanto às ultrapassagens e lembre de sinalizar todas as manobras.

Cuidados para os motociclistas

Condutores de motos também devem estar atentos para evitar acidentes. Aqui vão algumas regras que devem ser adotadas pelos motociclistas para promover a segurança e a educação no trânsito: reduza a velocidade, quando a pista estiver molhada, mantenha seu farol aceso para que outros motoristas tenham uma boa visualização da sua moto, não circule entre filas de veículos, não faça malabarismos ou manobras perigosas e mantenha sempre uma distância segura dos carros.