Tecnologia para a educação no trânsito: um recurso valioso para o aprendizado

por | maio 31, 2017 | Educação para o trânsito | 0 Comentários

Tecnologia para a educação no trânsito: um recurso valioso para o aprendizadoA tecnologia para a educação no trânsito se faz presente para apurar novos hábitos, melhorar comportamentos e ampliar a segurança no trânsito.

Na medida em que a população cresce e as cidades adquirem novas proporções, aumentam também os problemas relacionados ao trânsito, exigindo soluções cada vez mais complexas.

Isso porque o ato de conduzir, em especial em cenários caóticos como das grandes cidades, não é uma tarefa tão simples, quanto pode parecer.

Com isso, aumenta também a necessidade de se discutir alternativas que levem para um futuro mais leve, onde o respeito ao próximo e a educação no trânsito prevaleçam.

O uso da tecnologia, associado a formação de condutores e pedestres, parece ser um dos caminhos encontrados para se chegar a este objetivo.

Porém, para que sejam efetivas, é essencial que tanto pedestres como condutores exerçam sua parte para um bom convívio.

Afinal, de nada adianta se ter em mãos recursos avançados de tecnologia, se o cidadão, um agente fundamental no trânsito, não tiver plena consciência do seu papel como promotor da segurança.

Boas práticas têm sido aplicadas no mercado para suprir estas demandas, combinando tecnologia para a educação no trânsito.

Neste sentido a utilização de computadores e recursos multimídias tem favorecido a aprendizagem e o desenvolvimento de atitudes e habilidades pró-ativas em trânsito. Conheça algumas destas iniciativas.

Ensino a distância e a tecnologia para a educação no trânsito

O ensino a distância democratizou o acesso à educação, permitindo que as pessoas tenham acesso ao conhecimento, de qualquer lugar e a qualquer hora do dia.

Assim, pessoas, na intenção de otimizarem o tempo para suas rotinas diárias, tornarem-se adeptas também destes recursos para obter conhecimento e se reciclarem a respeito da educação para o trânsito.

Atualmente, instituições de credibilidade, com alto grau de conhecimento de professores e ricos conteúdos fazem uso da tecnologia para este fim.

Por meio de softwares avançados, a tecnologia para a educação no trânsito possibilitou a criação de um sistema de escola virtual, com controle de frequência, grade de conteúdos, disponibilidade de atividades e tarefas para alunos, entre outras questões.

Um dos grandes diferenciais está na interatividade. Uma vez que o ensino a distância permite aliar as grades curriculares exigidas pelas normas legais, recursos digitais valiosos, como a inclusão de imagens dinâmicas, vídeos, áudios e recursos totalmente personalizados. Elementos que agregam valor ao ensino e refletem no melhor desempenho do aluno.

A tecnologia na formação e requalificação de condutores

No que tange a formação e a requalificação de condutores, é também possível ver como o emprego da tecnologia tem contribuído para a educação no trânsito.

Podemos exemplificar o fato, com o uso dos simuladores de direção. Recursos que permitem exercitar a prática da direção veicular, simulando diversas situações reais, sem oferecer nenhum risco ao condutor.

Entre os benefícios para a aprendizagem, podemos citar a melhor aceitação e compreensão por parte dos estudantes, porque permitem o surgimento de novas ideias, atitudes e habilidades de uma forma lúdica e mais dinâmica.

Por outro lado, também favorecem os educadores, uma vez que a sua utilização também pode ser usada para investigar comportamentos de seus usuários.

Os simuladores de direção possuem painéis configurados para avaliar o desempenho do motorista, suas condições físicas e psicológicas, por meio do movimento dos olhos e da cabeça que dão indícios sobre fadiga, sono, atenção ao volante, tempo de reação, entre outras questões, possíveis de serem corrigidas antes que o condutor, de fato, pegue as ruas.

Os games e o uso da tecnologia para a educação no trânsito

O interesse pela utilização de jogos de computador é crescente, e hoje já são utilizados para os diversos fins e estratégias, seja na gestão de empresas, de pessoal e inclusive na educação para o trânsito.

Iniciativas neste sentido já são realidade e vislumbram contribuir para a educação no trânsito, permitindo que os jogadores exercitem novos hábitos e principalmente, atitudes preventivas e respeitosas com relação ao próximo, colocando-se hora na condição de motorista ora de pedestre.

Exemplos destes games são variados. E vão desde iniciativas que simulam a direção em trânsito, como é o caso do Game Vrum, como outras diferentes abordagens, a exemplo dos jogos disponibilizados em sites dos DETRANs do país, que treinam habilidades e conhecimentos dos usuários a respeito da legislação de trânsito.

Com isso, podemos concluir que a tecnologia para a educação no trânsito apresenta-se como uma ferramenta de apoio ao processo educacional, na intenção de formar cidadãos com mais responsabilidade sobre suas ações e interessados em cultivar um trânsito mais humano e seguro para todos.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *