Quais as situações que levam à suspensão da carteira de motorista

por | abr 20, 2016 | CNH Suspensa | 21 Comentários

suspensão da carteira de motoristaO carro se tornou grande aliado das pessoas na hora de se locomover. O número de veículos em São Paulo, por exemplo, ultrapassou a marca de 8 milhões no ano passado. Os motivos para esse transporte ter se tornado o preferido das pessoas são diversos: mais conforto, menor tempo de espera e muitos meios públicos, como ônibus e trem, sempre lotados. Mas é preciso ficar atento para não acabar cometendo infrações que podem levar à suspensão da carteira de motorista,  perdendo assim o direito de dirigir.

As infrações de trânsito que podem levar à suspensão da carteira de motorista são diversas, desde dirigir acima de 50% da velocidade permitida na via até conduzir alcoolizado. Já o tempo de pena varia de um até 12 meses, de acordo com a gravidade da infração, que pode ser considerada leve, média, grave ou gravíssima.

Conheça logo abaixo, mais detalhadamente, as situações mais comuns que podem levar à suspensão da carteira de motorista.

Suspensão da carteira de motorista pela soma de pontuação

Todo motorista pode somar, num período de 12 meses, no máximo 20 pontos em sua carteira de motorista. Isso significa que se o condutor atingir esse número ou ultrapassá-lo dentro desse tempo, sua CNH será suspensa.

Vale lembrar que o número de pontos é somado de acordo com o tipo de infração cometida, já que elas possuem pesos diferentes:

  • Infrações leves: 3 pontos
  • Infrações médias: 4 pontos
  • Infrações graves: 5 pontos
  • Infrações gravíssimas: 7 pontos

Infratores reincidentes

Se o condutor, depois de cumprir o tempo da primeira suspensão da carteira de motorista, acabar cometendo uma segunda infração no período inferior a 12 meses, ele será considerado um infrator reincidente. E, por isso, o tempo da segunda punição poderá ser maior, variando de seis meses a dois anos.

Infrações gravíssimas

Algumas infrações de trânsito suspendem automaticamente o direito de dirigir do motorista, ou seja, nesse caso independem da soma de pontuação. São Elas:

  • Dirigir alcoolizado: suspensão de 12 meses.
  • Dirigir em velocidade superior em mais de 50% do limite permitido: suspensão de dois a sete meses.
  • Forçar passagem entre veículos transitando em sentidos opostos: suspensão de quatro a 12 meses.
  • Transportar, na moto, criança menor de sete anos: suspensão de um a três meses.
  • Transpor bloqueio policial: suspensão de um a três meses.
  • Dirigir moto com os faróis apagados: suspensão de um a três meses.
  • Transportar, na moto, passageiro sem o capacete de segurança: suspensão de um a três meses.
  • Dirigir moto sem capacete: suspensão de um a três meses;
  • Dirigir moto fazendo malabarismo ou equilibrando-se apenas em uma roda: suspensão de um a três meses;
  • Efetuar manobra perigosa: suspensão de quatro a 12 meses;
  • Participar de competição esportiva em via pública sem permissão da respectiva autoridade de trânsito: suspensão de quatro a 12 meses;
  • Dirigir ameaçando pedestres: suspensão de um a três meses;
  • Disputar corrida por espírito de emulação: suspensão de quatro a 12 meses;
  • Omitir-se de socorrer vítima: suspensão de quatro a 12 meses.

A forma de comunicação do Detran para avisar sobre uma suspensão da CNH acontece, normalmente, por meio do correio. Por isso, é importante manter os dados cadastrais sempre atualizados.

Para ter a carteira de motorista de volta, o condutor precisará cumprir o prazo de penalidade e realizar um curso de reciclagem voltado para quem já cometeu uma infração.

Dirigir com habilitação suspensa

Fique atento, se o condutor tiver sua CNH suspensa e for surpreendido dirigindo durante esse período, poderá ser aplicada a pena de detenção de seis meses a um ano, tendo sua licença de motorista cassada, além da multa. Após esse tempo, para ter a CNH novamente, será necessário fazer todo o procedimento como um condutor iniciante.

Como posso consultar meus pontos?

Outra dúvida muito comum é saber por onde começar. A primeira coisa a ser feita é pesquisar sobre sua pontuação e verificar se sua Carteira de habilitação está suspensa. Para consultar seus pontos, você deverá acessar o site do Detran de seu estado e verificar. Abaixo citamos os estados onde o Icetran atua. Você pode clicar nos links para ter acesso à pesquisa.

O que fazer se eu estiver com minha CNH suspensa?

Para ajudar você a fazer a coisa certa, preparamos um post que mostra o que deve ser feito caso sua CNH esteja suspensa. Nele você encontrará todas os procedimentos que devem ser feitos para ter sua CNH de volta o mais rápido possível. Confira!

Conclusão  

Apresentamos nesse texto as situações que podem levar à suspensão da carteira de motorista, trazendo assim dor de cabeça para os condutores, já que se perde o direito de dirigir durante o período da pena. Além disso, mostramos que se arriscar a conduzir um veículo quando estiver com a CNH suspensa não vale a pena, podendo gerar grandes problemas, caso seja abordado em uma fiscalização. O melhor é cumprir o tempo de suspensão e fazer o curso de reciclagem.