Película automotiva não é só questão de estética, mas também de segurança

por | dez 4, 2019 | Segurança | 2 Comentários

Película automotiva

Uma das funções das películas automotivas é puramente estética. Mas elas também reduzem a incidência de raios UV e tornam os vidros mais resistentes em casos de vandalismo e acidentes.

Longe de ser apenas um dispositivo estético, a película automotiva para vidros desempenha uma série de funções – todas elas de suma importância para proteger o veículo e, também, para a segurança e bem-estar do condutor e dos passageiros. 

Chamadas também de Insulfilm automotivo”, são películas fabricadas especialmente para veículos, considerando, para tanto, todas as especificidades desses espaços e a que estão expostos cotidianamente. Uma das funções dessas películas é o antivandalismo. 

Veículos nos quais há películas nos vidros tendem a ser menos furtados quando comparados aos que não possuem essa proteção.

Como funciona a película automotiva antivandalismo?

A tecnologia por trás das películas – sejam elas arquitetônicas (aplicadas em imóveis) ou automotivas (específicas para veículos) – é considerada de ponta hoje em dia. Por essa razão, cada vez se aprimoram mais os processos de fabricação, bem como a sua aplicação.  

As películas de segurança, por sua vez, são desenvolvidas em diversas espessuras, sendo todas elas projetadas por engenheiros que levam em consideração a dimensão da peça de vidro e sua localização no automóvel. 

As espessuras das películas estão entre 0,1mm e 0,375mm. Parece pouco? Na prática, isso faz uma diferença enorme, especialmente em casos onde há rompimento dos vidros ou mesmo a tentativa de rompimento dos vidros. 

Para os veículos, ter vidros mais resistentes é especialmente positivo.

Quando há algum acidente, como uma batida, os vidros tendem a se estilhaçar, podendo ferir o condutor, passageiros e até mesmo pedestres. 

Se os vidros têm maior resistência, estarão menos suscetíveis a esse tipo de problema, zelando, assim, pela segurança das pessoas. 

No que se refere ao antivandalismo propriamente dito, o aumento da resistência dos vidros dificulta a ação de quem tentar furtar o veículo. Por terem consciência disso, é fato que os bandidos tendem a evitar furtar veículos com películas nos vidros. 

Existem outros benefícios das películas para vidros? Sim! Além do antivandalismo e da prevenção contra estilhaçamento em casos de acidentes ou choques, a película automotiva tem outras funcionalidades, a saber:

  • Controlam a entrada de raios ultravioleta, raios esses que são prejudiciais à saúde das pessoas;
  • Auxiliam na conservação do estofamento, volante e painel do veículo, já que os raios UV também são danosos para essas peças e superfícies, acelerando o processo de degradação natural;
  • Equilibram a temperatura do interior do veículo, pois diminuem a entrada de calor, evitando, assim, o uso constante do ar-condicionado.

O que dizem as normas de trânsito sobre o uso de película automotiva?

O uso das películas para vidros em veículos deve estar de acordo com o que estabelece a Resolução 254/2007 do CONTRAN.

A transparência deve ser de, no mínimo, 75% nos para-brisas, 70% nos vidros laterais dianteiros e 28% nos demais vidros, com exceção do teto. Película espelhadas são proibidas. 

O proprietário de veículo que descumprir com essas normas estará cometendo uma infração grave, segundo o art. 230, Inciso XIV, do CTB. As consequências previstas são cinco pontos na CNH e uma multa no valor de R$ 195,23. 

Vale lembrar que, nesses casos, o veículo poderá ser retido até que se regularize a situação dos vidros. 

Película de segurança e blindagem é a mesma coisa?

Não. Blindagem é outro procedimento que, inclusive, não interfere apenas nos vidros, mas na lataria, nos painéis das portas, teto e outras partes do veículo. 

Quando pensamos nas diferenças entre a blindagem e a colocação de película automotiva, é preciso entender que, na blindagem, os vidros originais do veículo geralmente são diretamente substituídos por outros, que tenham, em sua composição, algumas camadas de lâminas de vidros e polímeros. 

Já a instalação de películas, como o nome já diz, consiste, basicamente, em instalar uma película protetora sobre os vidros do veículo, sem a necessidade de substitui-los por outros, nem nada parecido a isso. 

Além dessas diferenças conceituais, a blindagem e a colocação de películas têm funções bem diferentes entre si. 

Por isso, na hora de decidir o que você quer fazer, pense, antes, em qual é o seu objetivo principal. 

 E, seja qual for a sua escolha, lembre-se de seguir todas as normas de trânsito, evitando, com isso, problemas com possíveis multas de trânsito!