Oba! Férias Escolares

por | jul 6, 2015 | Férias | 0 Comentários

Férias Escolares

Oba! As férias escolares estão chegando. Para quem vai viajar de carro, muita atenção nas estradas. Com o aumento do fluxo de veículos, sua atenção deve ser dobrada para evitar acidentes, garantindo que sua viagem ocorra sem nenhuma surpresa desagradável. Antes de qualquer coisa é preciso verificar a mecânica de seu veículo, é indispensável que o condutor siga os procedimentos importantes e necessários para que sua viagem seja um momento de alegria. Planejamento e comportamento seguro no trânsito são imprescindíveis para que suas férias comecem e terminem de forma segura e feliz. Vamos citar alguns itens de segurança em seu veículo para que você possa curtir as férias com segurança e tranquilidade. Verifique: pneus, nível de óleo, freio, parte elétrica, cintos de segurança. Uma boa atitude seria levar seu veículo para uma inspeção mais técnica, na qual seja possível verificar o estado que se encontra seu veículo. Não podemos esquecer, prevenção é o melhor caminho.

Acidentes não tiram férias. Tiram vidas!

O uso do cinto de segurança e a cadeirinha vale para o ano todo e em todos os passeios de carro, o bebê conforto, a cadeirinha e o assento de elevação é a forma mais segura de transporte para crianças. A criança utilizando corretamente esses equipamentos de segurança que acabamos de citar, tem 71% a mais de chance de sobreviver em um acidente de carro. Vamos aprender agora a forma correta de transportar crianças com segurança!

1. Crianças de até 1 ano devem ser transportadas em bebê conforto, de costas para o movimento do carro, o bebê conforto deve estar preso pelo cinto de segurança.

2. Crianças de um a quatro anos é recomendado usar cadeirinhas presas pelo cinto de segurança de três pontos, sempre na direção do movimento do veículo.

3. Crianças de quatro anos a sete anos e meio, é recomendável utilizar o assento de elevação, ou booster, eles ajudam a adequar o cinto do carro ao tamanho da criança, garantindo o ajuste correto no ombro e cintura.

4. Crianças com idade de sete anos e meio até dez anos, poderão utilizar o cinto de segurança de três pontos do veículo.

Você não pode esquecer que o uso adequado dos equipamentos de segurança para todos os ocupantes do veículo, a direção defensiva e o bom comportamento, não podem faltar em sua bagagem.

Um condutor consciente, vai além de seus direitos e deveres. É preciso colocar em prática a direção segura e compreender que o trânsito é um espaço de convivência social, ou seja, significa dizer que ele não pertence só a nós. Assim como nós, os outros também estão querendo utilizar o espaço que lhes é de direito!

No trânsito não podemos deixar as fortes emoções como a raiva e o medo, fazerem parte do nosso dia a dia, elas interferem na nossa capacidade de pensar, perceber e de agir frente a algumas situações do nosso cotidiano, como por exemplo os congestionamentos, imprudências, e a falta de educação de outros condutores. Dessa forma, sempre que passar por alguma situação de conflito ou estresse no trânsito, coloque em prática a boa conduta, seja empático, tenha flexibilidade e mantenha seu controle emocional.

Não deixe que a falta de educação, e senso de coletividade de alguns condutores interfira na sua viagem. Relacione-se no trânsito de forma saudável e cuidadosa, promova a paz.

Preste atenção em algumas dicas para que você não fique estressado na sua viajem.

  • Saia com antecedência de casa
  • Procure caminhos alternativos, evitando grandes avenidas
  • Procure ouvir música calma e relaxante, em volume condizente
  • Conte até dez, não responder a insultos, e não faça gestos obscenos, não descarregue sua ira nos outros
  • Procure ser mais tolerante com as barbeiragens ou até mesmo com as imprudências dos outros motoristas, evite revidar, xingar, respeite os pedestres, eles estão desprotegidos em relação a você
  • Aproveite o trânsito parado para planejar sua próxima férias
  • Evite manter o pé fixo na embreagem e faça exercícios com os pés.

Lembre-se que nem sempre o estresse vem de algo externo. Pode ser seu modo de pensar. Seja otimista, e aproveite suas férias!

Autor do artigo:
Márcia Peirão Schmidt
Psicólogo Perito Examinador de Trânsito especialista em psicologia do trânsito