Manutenção preventiva de veículos

por | ago 5, 2015 | Segurança | 0 Comentários

Nada como a independência de ter seu próprio carro, mas é preciso muito cuidado com a manutenção preventiva do veículo, não só pela própria segurança, mas também para evitar multas e penalidades previstas no Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Sim, muita gente nem imagina, mas situações que por si só já são embaraçosas e chatas, como pneu furado, estepe sem condições de rodagem e luzes queimadas estão previstas como infrações, que geram ainda mais prejuízo aos motoristas. Um simples farol desregulado, por exemplo, pode render uma multa de R$ 127,69 mais cinco pontos na carteira. Por outro lado, de acordo com o Ministério dos Transportes, a falta de manutenção é responsável por 30% dos acidentes nas estradas. Veja aqui os principais itens de manutenção preventiva do veículo e as multas correspondentes à infração. Confira:

Pneus

Eles são um dos principais itens de segurança do carro, pois são bastante visados em qualquer vistoria ou blitz.  É um grande risco deixá-los desgastados, ou seja, carecas. De acordo a legislação, os pneus devem ter os sulcos com, pelo menos, 1,6mm de profundidade, o mínimo necessário para promover a aderência necessária para um tráfego seguro. O flagra com pneus carecas rende multa de R$ 127,69 e mais cinco pontos na certeira.

Combustível

Apesar de estranho, ainda existem muitos condutores que são multados por falta de combustível. De nível médio, a multa para quem conduz com o tanque vazio é de R$ 85,13 e quatro pontos na carteira de motorista.

Extintor de incêndio

Eles são praticamente os recordistas, quando o assunto é esquecimento, mas dão uma bela dor de cabeça se estiverem vencidos, ausentes ou fora das especificações e ainda R$ 127,69 e  cinco pontos na CNH. Verifique sempre suas condições e validade, que costuma ser de cinco anos.

Ferramentas

Algumas ferramentas são de porte obrigatório no veículo, como triângulo, macaco e chave de roda. Dirigir sem algum desses itens é considerado multa gravíssima no valor de R$ 191,54 e mais sete pontos na CNH.

Alarme

A colocação do alarme é opcional, mas se o carro é equipado e ele for acionado regularmente, mesmo que acidentalmente, é considerado perturbação da ordem pública. A infração é média e acarreta em um prejuízo de R$ 86,13, além de medida administrativa de recolhimento do veículo.

Luzes

Todas as luzes do carro devem funcionar corretamente, portanto pisca alerta, pisca-pisca, sinaleiras e luzes de freio queimadas ou com defeito gera cinco pontos na carteira e pagamento de multa no valor de R$ 86,13.

Limpador de para-brisa

Ele é feito para melhorar a visão do motorista em dias de chuva. Dessa forma, dirigir com o item quebrado é uma infração grave com multa de R$ 127,69 e cinco pontos na carteira.

Buzina

Ela não deve ser usada toda hora, mas tem que estar apta para funcionar, se for preciso. Buzina estragada, rouca ou muda gera cinco pontos na CNH e multa de R$ 127,69.

Espelhos

Outro item que deve ter reposição imediata, caso seja quebrado em alguma eventualidade. O uso de espelhos é obrigatório tanto do retrovisor interno quanto dos laterais. A ausência de algum deles também acarreta em multa de R$ 127,69 e cinco pontos na carteira de motorista.

Manutenção deve ser feita regularmente

Por outro lado, independente da multa ou dos pontos na carteira, fazer a manutenção preventiva é uma obrigação de todo motorista. Além dos descritos acima, veja alguns itens que também não podem ser deixados de lado:

  • Filtros de ar, óleo e combustível: faça a troca, de acordo com o tempo estipulado no manual do fabricante;
  • Freios: verifique o nível do fluído e a existência de possíveis vazamentos, principalmente se o pedal estiver endurecido, houver perda de eficiência, ruídos ou trepidações;
  • Suspensão: verifique regularmente amortecedores, molas, bandejas, pivôs, terminais e buchas. O sistema de suspensão é tão importante quanto os freios;
  • Velas e cabos: examine as velas a cada 10 mil Km rodados e os cabos a cada 50 mil Km;
  • Correia dentada: verifique a cada 15 mil Km rodados e providencie a troca a cada 50 mil Km. Se ela romper, o motor pode ficar gravemente comprometido;
  • Radiador: verifique sempre, se está na hora de trocar o líquido de arrefecimento do motor, conferindo também a válvula termostática, ventoinha, bomba d’água e marcadores de temperatura do painel;
  • Sistema elétrico: faça regularmente um checkup na parte elétrica do carro verificando fusíveis, bateria, alternador e motor de partida.

Gostou do conteúdo? Quer compartilhar a sua experiência conosco? Entre em contato!

0 comentários

Trackbacks/Pingbacks

  1. O que fazer em caso de pane no carro? - ICETRAN - Instituto de Certificação e Estudos de Trânsito e Transporte - […] manutenção preventiva pode evitar todos esses problemas, mas é interessante saber o que ocasionam a pane no carro com…
  2. O que significam e para que servem as descrições nos pneus? - ICETRAN - Instituto de Certificação e Estudos de Trânsito e Transporte - […] da pista, temperatura, calibragem e balanceamento – e por isso destaca-se a importância da manutenção preventiva do veículo para…
  3. Como driblar o medo de dirigir na rodovia pela primeira vez - […] Fazer a manutenção preventiva ajuda a identificar possíveis falhas e defeitos no veículo, antes de pegar a rodovia. […]
  4. Segurança nas rodovias: como evitar transtornos na volta das férias - […] de sair de casa é importante conferir as condições do veículo.Verifique itens importantes como: freio, nível de óleo, faróis,…

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *