Equipamentos de segurança do veículo: 5 respostas para as dúvidas mais comuns

por | fev 28, 2018 | Segurança Veicular | 0 Comentários

Equipamentos de segurança do veículoMuitos acidentes podem ser evitados com medidas simples e a utilização correta dos equipamentos de segurança do veículo. Tire suas dúvidas sobre o assunto.

A ansiedade de colocar o carro nas ruas é certamente um desejo comum entre aqueles que obtém a primeira habilitação ou recém adquirem um automóvel.

O problema é que, muitos motoristas ( mesmo os mais experientes) esquecem de detalhes importantes. Para circular nas vias públicas, além do modo adequado de condução, deve-se manter o veículo em perfeito estado de conservação e funcionamento. E isso pressupõe que o veículo esteja equipado com itens obrigatórios de segurança.

Nós já falamos sobre eles aqui no Blog. Contudo, como a legislação pode mudar de tempos em tempos, é bom ficar atento. É muito importante que você esteja por dentro das novidades para se adequar e evitar dores de cabeça.

Transitar em vias públicas, sem os equipamentos de segurança do veículo ou, com eles em desacordo ou inoperantes é uma infração grave. Pode gerar multas e acréscimo de pontos no prontuário do condutor e ainda, a retenção do veículo para regularização.

Fique por dentro da legislação e tire suas dúvidas sobre os equipamentos de segurança do veículo para certificar que você está dirigindo de acordo com a lei. Acompanhe!

Cinto de segurança de três pontos, é um item obrigatório?

A lei atual obriga o uso do cinto de três pontos para os passageiros da frente e os laterais dos bancos de trás. Porém, para modelos inéditos de carros que forem lançados a partir desse ano, eles já deverão sair de fábrica apenas com esse tipo de cinto. Além disso, com apoios de cabeça em todos os bancos. A regra passa a valer para todos os carros zero quilômetro a partir de 2020.   

Extintor de incêndio, deixou de ser uma exigência?

A obrigatoriedade do extintor de incêndio, como um dos equipamentos de segurança do veículo, foi derrubada em 2015. O equipamento é exigido apenas para caminhões, micro-ônibus, ônibus e veículos que transportem cargas inflamáveis. Apesar disso, a obrigatoriedade pode voltar a ser discutida esse ano. Seguiremos acompanhando.

A manutenção dos equipamentos também é obrigatória?

Não basta apenas ter no carro os equipamentos obrigatórios por lei. A manutenção destes itens também é uma exigência e está sujeita a inspeção das autoridades. Fazer a manutenção dos pneus, lanternas e faróis, limpador de para-brisas, espelhos, cinto de segurança, freios e buzina não deve ser encarado apenas como uma obrigação. Precisa ser visto como uma tarefa essencial, para que a segurança ao dirigir seja mantida.

Quais são os itens obrigatórios para a vistoria do DETRAN?

A Resolução Nº 14/1998 do Contran, em seu artigo 1º, lista 29 equipamentos de segurança obrigatórios para veículos automotores. Contudo, nos demais incisos o documento traz listas específicas para vistorias em reboques e semi-reboques, ciclomotores, quadriciclos e tratores. Além dos itens listados na resolução, a vistoria do DETRAN, também considera as exigências do artigo 105 do Código de Trânsito Brasileiro, que traz mais algumas exigências.

Equipamentos de segurança do veículo: o que muda nos próximos anos?

Segundo o CONTRAN os carros no Brasil ganharão uma nova lista de itens obrigatórios de segurança. Essa normativa engloba 38 novos itens que passam a valer nos próximos 4 anos, a contar de janeiro deste ano. É a resolução 717 que define quais são essas exigências e as datas que elas passarão a ser aplicadas. Entre os itens que fazem parte dessa lista estão: o alerta de frenagem emergencial, veículos com acessibilidade e gravador de dados de acidentes de trânsito.

Como você pode ver, dirigir tem regras, e regras bem rígidas quanto ao uso dos equipamentos de segurança do veículo.

Se você quer ter acesso a mais informações sobre trânsito e veículos, leia outros artigos relacionados no blog do ICETRAN e aprenda mais sobre o assunto!