4 Comments

  1. Paulo Botelho

    Parabéns ao ICETRAN e ao professor Leles, um excelente artigo e ambiente para nos atualizar e debater sobre o tema.

  2. Altamiro Soares Pinto

    O que devemos mudar é o olhar sobre o trânsito e fazer projetos arquitetônicos com olhar sobre o trânsito, por exemplo,o Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura, orientar os engenheiros e afins, para verificar o local e orientar a saída dos estacionamentos e garagens para as vias com menor fluxo e também o recuo para o estacionamento que mesmo o veiculo estacionado ainda sobre no mínimo 50 centímetros de calçada ao pedestre

  3. Pedro Junior

    Excelente artigo, ótima reflexão. As cidades são para as pessoas não para os automóveis.

  4. Fernando Pedrosa

    Belo texto Mestre Leles.
    Penso que o primeiro paradigma a ser batido é o que classifica uma pessoa sem CNH como um cidadão de segunda categoria.
    A luta será resgatar o verdadeiro conceito do carro. De um fabuloso ícone de consumo e ostentação para um simples confiável e já obsoleto meio de transporte.
    Vamos conseguir?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.