5 dicas para prevenção de atropelamento no trânsito

por | nov 22, 2016 | Acidentes | 1 Comentário

5 dicas para prevenção de atropelamento no trânsitoAtropelamento é um daqueles assuntos que está presente no dia a dia da maioria das pessoas, porém, quase ninguém gosta de tocar. Isso porque apesar de todas as campanhas para prevenção de atropelamentoeles ainda são a segunda maior causa de mortes no trânsito brasileiro.

Mas por que um problema tão grave ainda continua sendo uma das maiores causas de mortes no trânsito do Brasil e do mundo?

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde) as mortes causadas por atropelamentos equivalem a 22% de todas as mortes no trânsito de todo o mundo e são causadas, principalmente, pelo mau planejamento urbano e falta de manutenção das ruas e estradas.

Isso sem citar os atropelamentos de animais, que muitas vezes levam à perda de controle do veículo e consequentemente a um outro acidente de trânsito.

Prevenção de atropelamento: 5 dicas que podem salvar vidas

A palavra “atropelamento” pode soar trágica demais e por isso muitas pessoas preferem acreditar que este tipo de coisa “nunca vai acontecer com elas”.

Mas como cuidado nunca é demais, selecionamos as principais dicas para prevenção de atropelamento segundo os profissionais de trânsito. Confira as dicas e sinta-se à vontade para enviar dúvidas ou críticas na seção de comentários, logo no final do texto.

Estamos aqui para te ajudar!

1. Fique de olho nas crianças

As crianças possuem um comportamento totalmente distinto dos adultos e por isso merecem atenção especial quando se trata de prevenir atropelamentos no trânsito.

Isso porque é natural que as crianças comecem a correr de forma inesperada, brinquem no meio da rua ou busquem caminhos alternativos quando há algum obstáculo na calçada, como lixeiras, pessoas ou carros estacionados.

Além disso as crianças são menores e por isso mais difíceis de serem identificadas.

2. Entenda que nem todo o mundo vai respeitar as sinalizações de trânsito

Ficar atento às sinalizações de trânsito como placas e semáforos é certamente importante em qualquer lugar ou hora do dia, mas para prevenir atropelamentos também é importante reconhecer que nem todas as pessoas respeitam (ou mesmo estão atentas) as mesmas sinalizações que você.

Em outras palavras, preste atenção às sinalizações mas não esqueça de prestar atenção na pista à sua frente.

3. Viu um animal fora da coleira? Desacelere

Apesar dos jornais darem mais destaques aos atropelamentos de seres humanos, os animais “de rua” como cães e gatos também podem ser considerados fatores de risco no trânsito.

Afinal, assim como as crianças, eles têm comportamento inesperado e podem causar (além dos danos físicos aos próprios animais) outros acidentes devido à perda de controle do veículo ou “susto” do condutor.

4. Mantenha os faróis sempre acesos

Apesar de já ser obrigatório dirigir com o farol baixo aceso nas rodovias brasileiras, mesmo durante o dia, tal prática definitivamente ainda não é um hábito da maioria dos brasileiros.

Mas você já parou para pensar que os faróis do seu veículo podem servir como sinalizadores para pedestres desatentos e com isso te auxiliar na prevenção de atropelamentos?

Como já abordamos em um texto sobre dicas de direção que podem salvar vidas, um estudo recente constatou que apenas deixar os faróis acesos durante o dia pode reduzir as chances de acidentes em até 32%.

5. Reaja primeiro, buzine depois

Com o estresse do trânsito é natural que a nossa primeira reação ao ver um pedestre cruzando nosso caminho de forma inadequada seja buzinar para chamar sua atenção.

Mas e se este pedestre estiver com um fone de ouvido ou o barulho externo for tão confuso que ele não consiga distinguir a sua buzina?

Não custa nada frear ou reduzir a velocidade nestes casos. Por mais estressante que seja a situação, é importante lembrar que a  segurança no trânsito depende muito mais das suas atitudes do que do comportamento das pessoas externas.

Quer acompanhar as próximas dicas sobre como se tornar um(a) melhor motorista? Cadastre-se através do formulário lateral do Blog e receba os próximos textos direto na sua caixa de entrada.

1 Comentário

  1. Osvaldo Napolitano

    Acredito que um conjunto de descuidos contribui para as causas de atropelamento e demais acidentes. Na própria imagem o pedestre atravessa a rua falando ao celular e fora da faixa de pedestre já configurando um grande risco pra segurança dele.

    Responder

Trackbacks/Pingbacks

  1. Pedestres no trânsito: Regras sobre o uso do celular para evitar atropelamentos - […] Porém, muito pode ser feito para evitar que acidentes, inclusive fatais, aconteçam. […]

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *